Fim ou recomeço do Google Glass

Em muitos cenários a tecnologia ainda não esta pronta ou madura o suficiente para ser lançada, como no caso das baterias dos antigos celulares que eram extremamente pesados e com pouca duração se a tecnologia não evoluísse o produto tenderia ao fracasso.
Temos o caso onde o publico não esta preparado para acessar uma mudança tão radical e ao olhar para a mudança entra em conflito com outros critérios de avaliação, ruim x bom, feio x bonito onde por um simples conceito pré concebido a tecnologia não é aceita.

Outra forte razão para uma tecnologia não ser aproveitada é o custo inicial, onde por ver este numero não se consegue analisar o ganho deste novo produto.

Estas situações muitas vezes veem juntas com maior ou menor relevância e é claro que o publico analisa um produto de forma emocional.

A estratégia de retirar um produto e relançar como novo foco não é novidade. Até porque muitas vezes seus criados não sabem da capacidade de aplicação do que estão criando ou o publico surpreende com novas formas de ver e utilizar este novo produto.

Por isso não se assuste se em dois ou três anos ver forças militares usando um óculos parecido, astronautas registrando tudo o que veem, e por que não forças policiais, paramédicos e outros profissionais corporativos.

Comments are closed.